15 junho, 2011

Firenze - E a visão clandestina do David

16.05.2011

Florença, ou Firenze para os Italianos, me conquistou de cara.

Cheguei ao Hotel um pouco depois das 15h, deixei minhas coisas e saí para uma caminhada sem um destino definido, para sentir a cidade.

Mesmo sem mapa, não é difícil localizar-se, pois há boa sinalização indicando os pontos essenciais, e as distâncias são pequenas, portanto, fui em direção a Galleria dell'Accademia, onde está o David de Michelangelo.

Era uma segunda feira, e os museus, incluindo a Accademia, estavam fechados, mas eu vi David clandestinamente, quase sem querer.

O prédio da Accademia é acanhado, fica em uma rua estreita, e eu nem percebi que já estava ali, quando dou de cara com uma porta escrito "saída", mas que estava escancarada, e era exatamente o corredor principal do museu, onde fica a área que foi construída especialmente para abrigá-lo, a "Tribuna del David" e lá estava, em mármore e osso: O David de Michelangelo Buonarotti!

Foi uma visão rápida, porque tinha um italiano me olhando de cara feia, já que o Museu não estava aberto, e eu não deveria ficar ali parada na saída...

Voltei depois, com o museu aberto, e realmente me encantei. A impressão é que ele vai sair andando. A vontade de tocar é imensa, porque a minha sensação é de que a estátua seria quente, como nossa pele, e não mármore frio. Os detalhes, a textura, tudo dá vontade pedir que ele 'parle', mesmo, como diz a lenda que Michelangelo fez!

Fica a pergunta: - Porque David estava sem roupa quando derrotou Golias?

Nenhum comentário:

Postar um comentário