07 julho, 2011

Devoração e Mobilidade

A conferência de abertura da FLIP foi única na oportunidade de escutar Antonio Cândido que conviveu, foi amigo pessoal de Oswald de Andrade, e Wisnik, que viveu como aluno da Faculdade de Filosofia da USP exatamente no momento do renascimento de Oswald e sua obra.

O tom íntimo, lúcido e divertido de Antonio Cândido conquistou a platéia, e particularmente a esta que vos escreve, desde sua entrada triunfal: antes que Manuel Costa Pinto (que introduzia a mesa) terminasse de falar, o que fez com que os aplausos irrompessem "fora de hora", dando um tom divertido e característico, leve.

O depoimento de Antonio Cândido nos trouxe um Oswald de Andrade real, ácido, polêmico, mas essencialmente agregador. Ele insistiu no retrato do critico ferrenho das posições, mas eterno admirador das idéias. Me encantou essa visão da mobilidade, como pessoa inconstante em relação a opiniões (brigando e criticando pessoas que abraçaria em seguida, como o próprio Antonio Cândido) mas constante em relação as idéias dessas mesmas pessoas, com admiração e profundo respeito. Impulsivo e moderado, devorador.

E enquanto imaginávamos estar apenas escutando depoimentos pessoais, ele magistralmente cobriu a vida e obra de Oswald de Andrade. Primoroso.

Em seguida Wisnik, já com uma visão de quem viveu 1968 em toda sua "revolução" cultural resgatada da semana de 22, e trouxe sua versão político-cultural do que Oswald de Andrade representou no período, o quanto sua ótica inspirou e influenciou os artistas e estudantes da época, mostrando o quão avançado em seu tempo ele foi, de modo que uma releitura de suas idéias até os dias de hoje mostra preocupações e respostas atualissimas.

A antropofagia não propunha a devoração pela devoração, mas a assimilação da idéia do outro (outra pessoa, outra cultura, outro tipo de arte) e a tranformação dessa idéia em uma nova proposta, de forma a "deslocar" essa realidade.

Em seguida, show memorável com o próprio Wisnik, Celso Sim e Elza Soares.

Ótima maneira de iniciar esses dias mágicos.



- Posted using BlogPress from my iPad

Nenhum comentário:

Postar um comentário